Tipos de semente, onde e como usar

As sementes são riquíssimas em fibras e por isso valiosas para a flora intestinal e o funcionamento do intestino. São eficazes na proteção contra o câncer, principalmente por regular o sistema imunológico e ajudar a varrer substâncias tóxicas para fora do organismo. As fibras também ajudam na saciedade e são fontes de gordura essencial, como o Ômega 3.

Semente de abóbora: São uma boa fonte de zinco e gordura insaturada, ferro, vitaminas E e C. Melhora processos anti-inflamatórios e diuréticos. Ajuda a ter boas noites de sono. É um relaxante natural. Rica em proteínas. Estabiliza o açúcar no sangue e ajuda na perda de peso.

Semente de gergelim: São ricas em cálcio, fósforo, ferro e vitaminas do complexo B. Usadas na regulação do trânsito intestinal, pois apresentam um bom teor de fibras. A gordura que as compõem é essencialmente insaturada e ajuda no controle dos níveis de colesterol sanguíneo e ainda ajuda na prevenção de doenças ósseas.

Semente de girassol: Rica em ômega-3, magnésio, vitamina E e selênio. reduz o risco de doenças cardiovasculares e os níveis de colesterol. Auxilia na proteção das células contra os radicais livres, evitando assim o envelhecimento precoce dos tecidos. Fortalece unhas, cabelos e dentes, ajuda na memória, diminui os picos de humor e ameniza as cólicas e sintomas da TPM.

Semente de linhaça: Ótima fonte de ômega 3, magnésio, fósforo, manganês, vitamina B1, zinco e selênio. Ajuda a reduzir o colesterol, promove saciedade. Melhora a função intestinal e tem ação anti-inflamatória.

Sempre armazene as sementes em locais secos, abrigados de luz, ou dentro da geladeira para preservar a gordura boa no seu interior, sem que elas fiquem rançosas.

O uso das sementes é muito versátil e você pode usá-las em quase todas as preparações, ainda mais se estiverem em forma de farinha. Para isso basta triturá-las no liquidificador.

Para o café da manhã por exemplo, você pode preparar algumas panquecas com elas.
Receitinha 1:
Panqueca funcional
2 ovos
2 colheres de sopa de farinha de linhaça
2 colheres de sopa de farinha de girassol
Sal
Misture bem todos os ingredientes com um garfo e coloque na frigideira antiaderente e tampe. Deixe em fogo baixo até cozinhar.
Essa receita rende duas panquequinhas. Elas combinam tanto com uma geléia ou com manteiga ghee.

Receitinha 2:
Mingau funcional
1 colher de sopa de semente de abóbora
1 colher de sopa de farinha de gergelim
1 banana amassada
1 colher de sobremesa de nibs de cacau
50 ml de água
200 ml de leite de coco (receita aqui)
Coloque a banana amassada em uma panela com a água e cozinhe por 1 minuto, coloque as farinhas e o leite de coco. Cozinhe por mais 3 minutos em fogo médio.
Em seguida coloque o nibs de cacau por cima. Está pronto.

Receitinha 3:
Hambúrguer de fibras
Coloque 4 colheres de sopa de 4 tipos de farinhas que você preferir de molho em 100 ml de água e sal durante 1 hora.
Em uma panela cozinhe 200 g de batata doce, quando estiver bem molinha amasse com um garfo e misture com as farinhas. Tempere com orégano e pimenta.
Faça bolinhas e amasse, deixando no formato de hambúrguer.
O legal dessa receita é que pode ser congelada.
E se você quiser incrementar mais a receita, pode misturar um frango desfiado ou carne moída. Fica sensacional.

Um beijo,

Diane Leal
Diane Leal
Nutricionista há 18 anos, apaixonada por alimentação saudável e funcional, e há 3 anos, mudou completamente a rotina alimentar (e a vida) da família. CRN/SP 12162

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *